jAGuaDArTE - pOSsE dE rICarDo aLEiXo
   
Histórico
 


hOmeNAgeM peLAs cOStas

 

Meu egossauro de estimação urra de contentamento ao saber que no último dia 19 de setembro cerca de 1.367.865.234 vates mineiros participaram de veemente protesto contra este ciberposseiro, pelo fato de eu não ter autorizado o jovem compositor Wallace Armani a apresentar ao público do projeto Terças Poéticas sua versão para um poema de minha autoria. Consta que, ao mencionar meu nome e o de meu poema, o exaltado compositor destacou as folhas de seu caderno correspondentes à partitura composta por ele e lançou-as ao chão, levando ao delírio parte do público presente. O desinfeliz pensa ter, simbolicamente, me jogado no lixo, mas com seu feio gesto conseguiu apenas o que espertalhões e espertalhinhos travestidos de artistas conseguem: aplausos fáceis.

Registre-se que a responsabilidade pelo episódio acima deve ser creditada principalmente ao velhaco curador do Terças Poéticas, Wilmar Silva, que entendeu não ser necessário obter autorização prévia para inclusão de meu poema "Uma alegria" na referida edição do Terças Poéticas. Provavelmente porque eu já havia cedido o poema para publicação na antologia O Achamento de Portugal, editada em 2004, às expensas do Instituto Camões, de Portugal. Além de "Uma alegria", textos de outros 13 poetas também participantes da antologia figuravam no roteiro da apresentação de Armani.

Entenderam a lógica oportunista do curador do evento? Tudo o que ele queria era, mais uma vez, vender seu peixe, agora com o apoio do governo do Estado de Minas Gerais (via Secretaria de Estado da Cultura, à qual estão ligados administrativamente a Fundação Clóvis Salgado e o Suplemento Literário, órgãos promotores do projeto Terças Poéticas). Eu, que participei da antologia única e exclusivamente em atenção a um convite do então cônsul de Portugal em Belo Horizonte, só fiz retirar o meu nome de um esquema (repito: ESQUEMA) calcado na confusão - consciente - entre o público e o privado. E o fiz jogando limpo: no domingo passado, dia 17, minutos depois de ler o convite enviado por Wilmar Silva para os 14 poetas, no qual ele informava sobre a "homenagem" a ser feita por Armani, enviei a ele - com cópia para Camila Diniz, diretora do Suplemento Literário, e para os demais destinatários da correspondência-convite - a seguinte mensagem:

Wilmar Silva:

Desautorizo a inclusão do meu poema "Uma alegria" no programa da próxima edição do projeto "Terças Poéticas". Quando menos porque sou um "poeta vivo", gosto que me comuniquem quando fazem uso de minhas criações - e sempre que tal acontece procuro responder com a máxima solicitude.

Penso que homenagens, sobretudo quando realizadas sob a chancela de órgãos públicos, devem se dar com com a concordância do homenageado ou dos responsáveis por sua obra, no caso dos já falecidos.

Informo-lhe que esta mensagem segue com cópia para todos os autores aos quais você se dirigiu, com o fim estrito de evitar as interpretações equivocadas e maliciosas, tão ao gosto do mundinho literário de "Velhorizonte". Grato pela atenção.

Ricardo Aleixo

PS: Aos 46 anos de idade e 29 de atividades artístico-culturais, RESPEITO é o mínimo que posso exigir de quem quer que se valha do fruto do meu trabalho para materializar seus projetos.

Wilmar Silva me respondeu menos de uma hora depois. Poderia ter proposto alguma solução conciliadora, mas optou pela ambigüidade da metáfora: "Minha resposta é simples como a natureza das águas. 'Uma alegria' não será usado por Wallace Armani na peça sonora Mar alheio e Outros poemas." Por saber que a "natureza das águas" (sic) nada tem de simples, fiquei à espera de uma tsunami. Ou de coisa pior. Felizmente (duplo sic), o ridículo episódio de terça-feira passada só serviu para confirmar o maltrato a que a poesia tem sido submetida pelos órgãos públicos no Estado natal de Drummond de Andrade, Murilo Mendes, Affonso Ávila e Sebastião Nunes.

Ricardo Aleixo

 

 

 



Escrito por ricardo aleixo às 08h51
[] [envie esta mensagem] []


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]